Liberdade em Foco

Pela redução do uso abusivo da prisão provisória no Estado de São Paulo

Diretor responsável: Fábio Tofic Simantob
Associada coordenadora: Carolina de Queiroz Franco Oliveira
Coordenadora do projeto: Vivian Peres da Silva

O IDDD passou a contar, em setembro de 2014, com um novo financiamento, resultado de uma parceria entre Fundo Brasil de Direitos Humanos e OAK Foundation, fundação internacional com sede em Genebra. O Instituto foi escolhido por meio da Chamada Justiça Criminal, um processo seletivo realizado por carta convite que buscou apoiar organizações que combatem as violações de direitos humanos decorrentes do uso abusivo da prisão provisória.

Seguindo sua tradição e vocação para a advocacia pro bono, o IDDD idealizou o Liberdade em foco: redução do uso abusivo da prisão provisória no Estado de São Paulo, novo projeto de mutirão carcerário. Realizado com o apoio da Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo e da Secretaria de Justiça e Cidadania, o projeto terá duração de um ano e ocorrerá no Centro de Detenção Provisória I de Guarulhos.

Na mesma direção do mutirão anterior, o SOS Liberdade, os associados do IDDD serão responsáveis pelo pedido de revogação da prisão preventiva dos assistidos ou, alternativamente, de aplicação de uma medida cautelar alternativa à prisão. Contudo, desta vez, o Instituto pretende ir além em seu diagnóstico, quantificando não apenas o número de concessões de liberdade provisória e de aplicação de cautelares alternativas à prisão, como também analisando a efetividade das medidas, uma vez que há, entre juízes, um mito de que estas não devem ser aplicadas por serem ineficazes.

Além do atendimento jurídico aos presos, o IDDD realizará um forte trabalho de advocacy, dialogando com o Poder Judiciário paulista, o Governo Estadual e a sociedade civil com intuito de incentivar a aplicação das medidas cautelares alternativas à prisão e estimular o debate público e técnico-jurídico para que a prisão provisória seja de fato entendida e aplicada como medida excepcional.

Com as informações coletadas no atendimento às pessoas presas e na análise dos processos e habeas corpus impetrados no Tribunal de Justiça de São Paulo, no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal, o Instituto elaborou um relatório, que tem como finalidade estimular o debate público e técnico-jurídico sobre o uso abusivo prisão provisória.

Clique aqui  para consultar ou fazer o download do relatório completo com os dados sistematizados do projeto.

 

Imprimir publicação Imprimir publicação

Veja também

Ver todos +
prova sob suspeita

Clique paraabrir o projeto

Prova sob Suspeita

O projeto Prova sob Suspeita para produzir e compartilhar conhecimento e propor mudanças que enfrentem a precariedade das provas produzidas ao longo do processo penal, o desrespeito rotineiro às garantias individuais, e a violência e o racismo que caracterizam o sistema de justiça criminal brasileiro.

img02

Clique paraabrir o projeto

Mães Livres

O projeto #MãesLivres nasceu em novembro de 2017 para tirar o Marco Legal de Atenção à Primeira Infância do papel e devolver as mães da Penitenciária Feminina de Pirajuí, no interior de São Paulo, aos seus filhos.

OlharCritico_projeto_site

Clique paraabrir o projeto

Olhar Crítico

Projeto que propõe diálogo com jornalistas e estudantes de jornalismo tem o objetivo de discutir a cobertura de casos criminais pela imprensa e a importância da observância do direito de defesa e da presunção de inocência pela mídia

Fachada do Supremo Tribunal Federal_Foto Dorivan Marinho_SCO_STF_4

Clique paraabrir o projeto

Litigância Estratégica

A litigância estratégica é uma das áreas que mais tem ganhado força e espaço no IDDD. Com ela, pretende-se alterar a jurisprudência, buscando decisões e entendimentos mais justos e atentos ao direito de defesa e garantias individuais

Noticias relacionadas


CAPA_01

Clique paraabrir a notcia

Projeto de mutirão carcerário do IDDD resulta em diagnóstico sobre prisões provisórias

Publicação disponibiliza informações referentes ao projeto Liberdade em Foco, realizado em 2015 no Centro de Detenção Provisória I de Guarulhos

Reunião realizada entre o Fundo Brasil de Direitos Humanos e o IDDD, na sede do Instituto no dia 18 de maio.

Clique paraabrir a notcia

Fundo Brasil e IDDD discutem as prisões provisórias

Instituto de Defesa do Direito de Defesa faz mutirão carcerário com apoio da fundação e da OAK Foundation

Matéria sobre o Liberdade em Foco publicada no Canal Ciências Criminais, parceiro do IDDD.

Clique paraabrir a notcia

PROJETO DE MUTIRÃO CARCERÁRIO DO IDDD PRETENDE REDUZIR O USO ABUSIVO DA PRISÃO PROVISÓRIA EM SP

Liberdade em Foco atendeu mais de 350 pessoas no Centro de Detenção Provisória I de Guarulhos