Direito de Defesa no Tribunal do Júri

Pela efetividade do direito de defesa nos processos de competência do júri

Diretor responsável: Guilherme Madi Rezende

O projeto Direito de Defesa no Tribunal do Júri, o mais antigo do IDDD, surgiu de uma parceria com juízes do I Tribunal do Júri da Capital (SP). Anos depois, com a instalação da Defensoria Pública de São Paulo, firmou-se um convênio com a própria defensoria, por meio do qual advogados associados ao Instituto são nomeados para atuar de maneira não remunerada na defesa de acusados de crimes dolosos contra a vida.

Com esta prática, o IDDD busca demonstrar a relevância de uma defesa de qualidade, garantindo a paridade de armas entre defesa e acusação, e a importância de se observar princípios constitucionais, especialmente o contraditório e a ampla defesa.

Atualmente, o convênio entre IDDD e Defensoria Pública de São Paulo prevê até dez nomeações mensais, originárias da capital paulista e da comarca de Osasco. Os associados indicados para representar os interesses de réus que não tenham advogados constituídos podem ser nomeados logo após a pronúncia ou já próximo à data do julgamento em plenário. A partir da nomeação, o associado fica responsável pela defesa de seu assistido até o trânsito em julgado da sentença, com a adoção de todas as medidas necessárias para a realização de uma boa defesa técnica. Esta prática rendeu ao IDDD uma menção honrosa do Prêmio Innovare de 2010.

Confira nossa agenda para saber quando haverá o próximo plenário!

Imprimir publicação Imprimir publicação

Veja também

Ver todos +
prova sob suspeita

Clique paraabrir o projeto

Prova sob Suspeita

O projeto Prova sob Suspeita para produzir e compartilhar conhecimento e propor mudanças que enfrentem a precariedade das provas produzidas ao longo do processo penal, o desrespeito rotineiro às garantias individuais, e a violência e o racismo que caracterizam o sistema de justiça criminal brasileiro.

img02

Clique paraabrir o projeto

Mães Livres

O projeto #MãesLivres nasceu em novembro de 2017 para tirar o Marco Legal de Atenção à Primeira Infância do papel e devolver as mães da Penitenciária Feminina de Pirajuí, no interior de São Paulo, aos seus filhos.

OlharCritico_projeto_site

Clique paraabrir o projeto

Olhar Crítico

Projeto que propõe diálogo com jornalistas e estudantes de jornalismo tem o objetivo de discutir a cobertura de casos criminais pela imprensa e a importância da observância do direito de defesa e da presunção de inocência pela mídia

Fachada do Supremo Tribunal Federal_Foto Dorivan Marinho_SCO_STF_4

Clique paraabrir o projeto

Litigância Estratégica

A litigância estratégica é uma das áreas que mais tem ganhado força e espaço no IDDD. Com ela, pretende-se alterar a jurisprudência, buscando decisões e entendimentos mais justos e atentos ao direito de defesa e garantias individuais