Projeto Educação Para Cidadania no Cárcere (ECid) terá início em abril com edição temática

5.03.2018

A 16ª Edição do curso ocorrerá no CPP de Butantã e terá como público-alvo mulheres gestantes e mães.

A partir de abril daremos início à 16ª edição do Projeto Educação para Cidadania no Cárcere (ECid), que tem como objetivo oferecer aulas nas unidades prisionais para pessoas presas sobre funcionamento do processo, direitos e garantias individuais.

Nessa edição, as formações serão ministradas para mulheres gestantes, puérperas – inclusive lactantes – e mães que cumprem pena em regime semiaberto. O projeto acontecerá no Centro de Progressão Penitenciário de Butantã, conhecido por abrigar uma ala especial para grávidas e mulheres em período puerperal, além de uma creche. Serão em torno de 20 encontros ao longo de três meses.

Segundo a diretora responsável pelo projeto, Daniella Meggiolaro, “A escolha pelo tema específico das mães encarceradas veio da percepção do IDDD de que sua discussão é bastante estratégica no momento, pois se une a recentes acontecimentos envolvendo mulheres nesta situação. Além disso, é uma excelente oportunidade de trocarmos experiências com o Projeto Mutirão Mães Livres, iniciado em novembro de 2018, voltado prioritariamente a esta população. ”

A coordenação do projeto é feita pela pedagoga Carolina de Freitas, tendo como metodologia os ensinamentos da Educação Popular de Paulo Freire, e que acompanhará, juntamente com a assessora do Projeto, Vivian Peres da Silva, e estudantes do curso de graduação em Direito da Fundação Getúlio Vargas – São Paulo, todas as formações realizadas pelos associados, que atuam voluntariamente no Instituto, de acordo com afinidade com os temas a serem abordados.

Workshop de Formação

 

2277feea-aac0-45ff-8510-f8aaa9f81596 (1)

O workshop de formação para os associados inscritos no projeto ocorreu no dia 1 de março de 2018, na Fundação Getúlio Vargas. Na ocasião contamos com a participação de Nathalie Fragoso, assessora de advocacy do IDDD e advogada do Coletivo de Advogados de Direitos Humanos (CADHu), além de Thiago de Luna Cury, representante do Núcleo Especializado em Situação Carcerária (NESC) da Defensoria Pública de São Paulo.

Esta edição do ECID conta com o generoso apoio financeiro de Daniella Meggiolaro, Marco Aurélio de Carvalho e Renata Castello Branco Mariz de Oliveira, além da recente parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV/SP) que irá conceder o espaço para o workshop de formação e auxiliará, juntamente com seus alunos, na elaboração de uma cartilha didática que será utilizada nas próximas edições do projeto.

Mais informações: (11) 3107-1399 / iddd@iddd.org.br.

Imprimir publicação Imprimir publicação